Maioria de acidentados com moto não é motoboy

Maioria de acidentados com moto não é motoboy

Segunto levantamento do Hospital das Clínicas de São Paulo, a maioria dos acidentados com moto na capital paulista utiliza o veículos por cerca de duas horas por dia, o que caracteriza o uso do veículo como meio de locomoção para o trabalho.

A pesquisa analisou o caso de 326 vítimas e 310 acidentes ocorridos entre fevereiro e maio de 2013, na Zona Oeste de São Paulo, onde se localiza o HC.

Apenas 23% dos acidentados declaram que usam a moto como instrumento de trabalho.

http://glo.bo/1daTLS9

 

Deixe uma resposta