Brasil terá linha de montagem de caminhões leves elétricos

Brasil terá linha de montagem de caminhões leves elétricos

Se depender dos planos da indústria automotiva, os caminhoneiros e os motoristas de ônibus não vão demorar muito para dirigir veículos elétricos no Brasil.

O nosso país é movido a diesel, já que a maior parte das cargas é transportadas sobre rodas. São quase dois milhões de caminhões circulando por aí. Se tudo isso parar, como consequência o país para. Foi o que aconteceu em maio. A greve dos caminhoneiros bloqueou as estradas, causou o desabastecimento e prejudicou vários setores. A alta do diesel foi a principal causa da paralisação.

Mas uma nova geração de caminhões, os chamados elétricos, não dependerá de combustível, não poluirá o ar e nem emitirá ruídos. A partir de 2020, uma fábrica irá abrigar a primeira linha de montagem de caminhões leves com motor elétrico do Brasil.

Qual é o caminhão elétrico e qual é a diesel?

De fato, olhando para ambos os caminhões não vemos a diferença pela parte da frente. Mas, por dentro, levantando as cabines, fica claro que o motor convencional a diesel ocupa um espaço maior. Já o caminhão elétrico não tem tanque de combustível, mas sim quatro módulos de bateria dos dois lados do chassi, além do kit elétrico do motor ocupar muito menos espaço.

Caminhão elétrico carrega o mesmo peso que o convencional?

Sim, por incrível que pareça! Ele suporta o mesmo peso e atinge a mesma velocidade que a versão original, sendo que a manutenção é cerca de 30% mais barata.

E aí, qual a sua expectativa para esses novos veículos?

Fonte: Auto Esporte

Deixe uma resposta