A Importância do controle de estoque para a sua empresa

A Importância do controle de estoque para a sua empresa

O controle de estoque vai além de contar os produtos que estão armazenados. Ele é capaz de garantir as vendas e maximizar os lucros da sua empresa.
A Importância do controle de estoque para a sua empresa

Não ter produtos em estoque ou contar com itens em excesso são armadilhas que colocam em risco o faturamento do seu negócio. Saiba como fugir disso!

Equilíbrio é a palavra que melhor define o controle de estoque. Essa atividade se transforma em fator de sucesso para o seu negócio ao garantir que você não perca vendas devido à falta do produto ou sobras, gerando custos de manutenção.

E utilizar um sistema de controle de estoque se torna imprescindível em época de crise. Isso porque saber armazenar as mercadorias significa minimizar os riscos, além de evitar as perdas que podem ocorrer durante o transporte e o manuseio dos produtos, por exemplo.

Ou seja, estocar de forma adequada é sinônimo de economia e de lucro. Os resultados obtidos com uma gestão eficiente e eficaz vão desde o controle da matéria-prima e dos insumos, passando pela produção e transformação, até a entrega ao consumidor.

 

Aplicando inteligência ao controle de estoque

Todo e qualquer produto pode ser estocado, mas é preciso que sejam respeitados determinados critérios. Alimentos, medicamentos e perecíveis devem ser armazenados de maneira distinta em relação a itens como pneus e eletrodomésticos, por exemplo. E saber gerenciar o estoque é um dos pontos-chaves para o bom andamento financeiro da sua empresa.

Quando isso é feito de maneira inteligente, há facilidade no cálculo do giro das mercadorias e otimização do processo de compras. Além disso, o gerenciamento de estoque está diretamente relacionado às vendas, pois permite entender com exatidão a viabilidade em suprir o espaço de tempo entre a produção e a demanda, com manutenção do fornecimento enquanto a fábrica produz.

Nesse momento, você pode estar se perguntando: como determinar a quantidade de produtos que vão para o estoque? Quando pedir o seu reabastecimento? Como controlar e planejar tudo isso?

Aí reside o papel da gestão de estoque. Se feita com qualidade, garante que a quantidade certa de mercadorias esteja disponível de forma organizada, otimizando os processos de controles internos. É um trabalho que envolve coordenar os produtos armazenados e ainda monitorar dados de compras, novos pedidos, expedição, armazenamento, recebimento, satisfação do cliente, prevenção de perdas e giro. Ou seja, toda a cadeia de suprimentos.

Assim, com uma produção adequada, a empresa consegue atender com sucesso à demanda dos clientes, precificar de forma correta os seus itens, reduzir custos, minimizar os erros e aumentar a lucratividade.

 

Fuja dos problemas!

A prática da boa gestão de estoque exige atenção a elementos fundamentais. Veja quais são eles e siga a rota dos excelentes resultados.

 

Excesso

Ter mercadorias em excesso e armazenadas de forma incorreta é uma conduta que acarreta muitos prejuízos, ainda mais se não houver um planejamento adequado em torno do que vender. Pense sempre em produtos com maior potencial de lucro e boa aceitação. Analise as suas vendas e mapeie o comportamento do consumidor para se ajustar ao seu perfil e necessidades. São indicativos sobre estar, ou não, no caminho certo que dão base a decisões assertivas.
Falta

Quando o cliente está à procura de determinado produto e não o encontra, simplesmente vai procurar em outra loja física ou e-commerce. Por isso, a falta de estoque é tão prejudicial para o seu negócio quanto o excesso. Mais uma vez, a resposta está no controle certo.

 

Sazonalidade

Alguns produtos geram mais vendas em determinadas épocas do ano ou saem menos em certos meses. Uma oscilação nas vendas que é muito comum. É o que exige que seu negócio esteja atento na adequação do seu estoque à demanda. Isso é determinante de um bom planejamento, até mesmo para não enfrentar problemas com fornecedores.

 

Ferramentas

Usar ferramentas de controle erradas e que não se encaixam nas necessidades da empresa é um erro bem comum. O problema é que sua empresa fica propensa à tomada de decisões fracas, baseadas em dados incompletos. Sem falar que a automação do processo operacional de estoque ajuda a minimizar tempo e custos.

 

Inventário

Não abra mão de fazer inventários. Eles devem ser periódicos para confirmar se a quantidade de produtos registrada no sistema coincide com o estoque. Sem eles, surgem problemas de compra indevidas, ou falta de estoque em momentos cruciais.

 

O ciclo virtuoso do controle de estoque

Ter controle do estoque vai gerar venda, garantir a satisfação do cliente e aumentar os seus lucros. Veja conceitos e boas práticas a levar em consideração para colher esses bons resultados desde já!

 

 Giro de estoque

É a média de entrada e saída de um item do estoque que figura entre os indicadores de desempenho mais relevantes na gestão do estoque. Para chegar a indicadores satisfatórios de giro de estoque, é preciso ficar atento aos seguintes aspectos:

  • Compra
  • Organização do estoque
  • Exposição dos produtos
  • Promoções
  • Atendimento
  • Entrega

 

Controle é fundamental

Para conseguir organizar a movimentação de estoque, é preciso sistematizar as entradas e saídas por meio do controle físico e financeiro do estoque. O objetivo é garantir informações assertivas sobre a quantidade disponível de cada item e seu correspondente valor financeiro.

Isso pode ser feito com planilha para controle de estoque, na qual vão constar todos os itens armazenados. Nela, ficam registrados o preço, o nome da mercadoria, a quantidade e a categoria.

Dessa forma, você vai ter acesso aos itens que constam no estoque e a quantidades de cada um de forma prática e rápida. Essa ação é perfeita para prever as faltas e as sobras, planejar, conhecer melhor os hábitos e costumes dos seus clientes, e o melhor: evitar prejuízos.

 

Custos e receitas

Até aqui, falamos sobre acompanhar de perto o que está armazenado e sendo comercializado, mas o controle de estoque vai além disso. Você precisa monitorar seus produtos levando em consideração o valor e, também, seu giro e sua margem de lucro. É dessa forma que você vai saber quais os campeões de vendas ou os que não têm tanta saída.

Existem ferramentas modernas para possibilitar isso. São sistemas de controle de estoque que permitem conhecer os produtos de maior e pior desempenho por quantidade e por margem. Além de gerenciar descontos, a partir de informações mais precisas de quanto custa produzir determinado item.

 

A experiência do cliente

Fazer controle do estoque também é se preocupar com a chegada do produto ao consumidor final, o seu cliente. Esse cuidado evita custos desnecessários e é um ótimo investimento no sucesso da gestão.

A Suntech do Brasil é referência em sistemas de monitoramento e rastreamento de veículos e cargas, que apoia um processo de controle de estoque com garantia de que a entrega aconteça e com qualidade. Os produtos acompanham, em tempo real, a frota, garantindo que você saiba tudo o que acontece durante a trajetória do veículo.

É um acompanhamento que reforça a segurança do recebimento da mercadoria pelo cliente, com excelência e cumprimento de prazo. Quer saber mais sobre como deixar a sua gestão de estoque completa? Acesse o site ou fale com a nossa equipe!