O que é gestão de frotas e por que ela é importante?

A gestão de frotas é fundamental para garantir economia, segurança e qualidade nos serviços prestados por uma empresa, e isso em negócios de qualquer porte.

 

O que é gestão de frotas e por que ela é importante?

A gestão de frotas eficiente traz muitos ganhos. É um processo de atenção a quesitos como manutenção preventiva, controle do combustível e escolha das melhores rotas, envolvendo investimento em tecnologias de ponta. Vale a pena conhecer mais sobre o assunto.

Qual a melhor maneira de entregar uma carga? Que meio de transporte é o ideal para determinado negócio? São perguntas cujas respostas passam pelo entendimento do conceito e da importância da gestão de frotas. É o caminho ideal para garantir excelência ao serviço prestado por negócios de diferentes segmentos e tamanhos.

É a partir de um processo de gestão de frotas eficiente que a empresa alcança benefícios, como a redução de gastos com combustível e manutenção dos veículos, quando se fazem necessárias, por exemplo, ou substituição de peças e troca de óleo. Sem falar que a atividade é fundamental para garantir um melhor preço final do produto que chega ao consumidor.

Ou seja, é controle, transparência e economia aliados à otimização do ambiente de trabalho com muito mais resultados.

Neste artigo, vamos mostrar que profissionalizar a atividade e investir num sistema de gestão de frotas traz benefícios superválidos para a sua empresa. Isso inclui a utilização de estratégias e de novas tecnologias alinhadas às necessidades de cada negócio!

 

Entenda o que é a gestão de frotas

Em primeiro lugar, vamos explicar o que é frota. Trata-se de um ou mais veículos comerciais, de qualquer porte, utilizados com objetivos comerciais. Então, se você tem apenas uma van para entregar os produtos, já pode se considerar dono de uma frota.

Esse é um ponto importante para desmistificar a ideia de que gestão de frotas é uma atividade exclusiva das grandes corporações, que utilizam muitos veículos em sua atividade logística. O gerenciamento independe do tamanho da empresa ou da quantidade de veículos disponíveis. O grande ponto é garantir uma operação dinâmica, produtiva e segura!

E isso passa, na maioria das vezes, por uma área especificamente focada no gerenciamento dos veículos da empresa, sejam eles próprios ou não. É um profissional, ou time, que atua pensando em tudo o que envolve a mobilidade, um tema que está mais em pauta do que nunca. Além disso, é claro, cabe à gestão de frotas a organização, o aperfeiçoamento e o acompanhamento de todos os gastos e atividades relacionados aos veículos empresariais, como a manutenção dos carros ou o custo do combustível.

Num olhar mais sistêmico, fica fácil entender que a gestão de frotas faz esse importante trabalho operacional de controle de veículos e custos, mas vai bem além disso. Falamos de pensar e diferenciar estratégias, com foco em ganhar eficiência, planejar e controlar os processos a partir de informações precisas para a tomada de boas decisões.

Um panorama que inclui um olhar cuidadoso para o fator humano. Afinal, gerir frotas também é pensar em melhorias para os colaboradores, reduzindo riscos e aumentando a praticidade e o conforto.

 

Por que fazer a gestão de frotas

É um trabalho com reflexos diretos no desempenho e nos resultados atingidos pelas empresas. É inegável que saber como os motoristas estão dirigindo, o estado em que os veículos se encontram, o total de gastos com combustível e quais as rotas seguidas faz toda a diferença na hora de planejar estrategicamente a atuação do negócio, tomar decisões e atingir metas.

Com todos esses dados disponíveis, fica muito mais fácil descobrir onde se encontram as falhas, prever os possíveis erros e potencializar o uso dos veículos. Isso representa mais produtividade, menos despesas, correta alocação de recursos e aumento da margem de lucro. São muitos benefícios.

Nesse caso, que tal entender como implementar uma política de gestão de frotas capaz de agregar todas essas vantagens à operação da sua empresa?

 

Os segredos para fazer uma boa gestão de frotas

Para garantir que a gestão de frotas alcance o máximo de eficiência, é essencial o controle total sobre cada quesito em que a frota está envolvida.

Além de alinhar o processo de gerenciamento dos veículos comerciais aos elementos macro de gestão da empresa, é preciso cuidar de cada detalhe operacional. Daí, entram em jogo a organização das entradas e saídas de veículos e o controle dos custos com manutenção preventiva e combustível, além do monitoramento dos indicadores de desempenho.

E os principais cuidados para melhorar qualquer processo de gestão de frotas são:

  • Fazer o diagnóstico da frota a partir de uma lista com o número de veículos disponíveis, a quilometragem de cada um, além de detalhes como a data da última revisão.
  • Ter um relatório dos gastos mensais, como a média de consumo de combustível e custos com a manutenção.
  • Organizar uma planilha de manutenção preventiva para ajudar a evitar problemas futuros.
  • Trabalhar com os motoristas na criação de uma cultura de direção responsável e com economia de combustível.
  • Controlar as rotas para identificar percursos mais práticos e seguros.

A partir disso, serão estabelecidas as metas e como elas serão alcançadas, utilizando ferramentas e processos adequados. E investir em tecnologia faz toda a diferença para uma gestão eficiente.

 

A tecnologia Suntech do Brasil

O controle dos custos com manutenção, conservação e abastecimento dos veículos de uso comercial representam um desafio para o gestor. Entretanto, existem soluções que permitem otimizar todo o processo e observar os gastos com precisão.

É o caso dos rastreadores, equipamentos capazes de acompanhar em tempo real a frota, para que você saiba tudo o que acontece durante a trajetória do veículo. Assim, é possível coibir a ação dos criminosos e reduzir despesas relacionadas a desgastes e consumo de combustível, ainda evitando o uso indevido do patrimônio corporativo.

A sul-coreana Suntech é reconhecida como líder mundial em dispositivos de rastreamento via GPS ou radiofrequência, bem como em equipamentos de telemetria. São produtos que potencializam as chances de recuperação do veículo em caso de furto ou roubo, por exemplo.

Os equipamentos permitem, até mesmo, traçar o perfil do condutor a partir do monitoramento de comportamentos, como aceleração, frenagem brusca e velocidade em curva. Eles também podem ser colocados dentro das cargas para facilitar a localização das mercadorias, funcionando como iscas digitais para oferecer maior tranquilidade na recuperação de cargas.

Se você quer saber ainda mais sobre as vantagens dos rastreadores da Suntech do Brasil, navegue pelo site da empresa ou entre em contato com nossa equipe especializada. Você vai conhecer melhor os nossos produtos e assim poder escolher qual se encaixa melhor em sua empresa quando o assunto é gestão de frotas eficiente e precisa!

A Importância do controle de estoque para a sua empresa

O controle de estoque vai além de contar os produtos que estão armazenados. Ele é capaz de garantir as vendas e maximizar os lucros da sua empresa.
A Importância do controle de estoque para a sua empresa

Não ter produtos em estoque ou contar com itens em excesso são armadilhas que colocam em risco o faturamento do seu negócio. Saiba como fugir disso!

Equilíbrio é a palavra que melhor define o controle de estoque. Essa atividade se transforma em fator de sucesso para o seu negócio ao garantir que você não perca vendas devido à falta do produto ou sobras, gerando custos de manutenção.

E utilizar um sistema de controle de estoque se torna imprescindível em época de crise. Isso porque saber armazenar as mercadorias significa minimizar os riscos, além de evitar as perdas que podem ocorrer durante o transporte e o manuseio dos produtos, por exemplo.

Ou seja, estocar de forma adequada é sinônimo de economia e de lucro. Os resultados obtidos com uma gestão eficiente e eficaz vão desde o controle da matéria-prima e dos insumos, passando pela produção e transformação, até a entrega ao consumidor.

 

Aplicando inteligência ao controle de estoque

Todo e qualquer produto pode ser estocado, mas é preciso que sejam respeitados determinados critérios. Alimentos, medicamentos e perecíveis devem ser armazenados de maneira distinta em relação a itens como pneus e eletrodomésticos, por exemplo. E saber gerenciar o estoque é um dos pontos-chaves para o bom andamento financeiro da sua empresa.

Quando isso é feito de maneira inteligente, há facilidade no cálculo do giro das mercadorias e otimização do processo de compras. Além disso, o gerenciamento de estoque está diretamente relacionado às vendas, pois permite entender com exatidão a viabilidade em suprir o espaço de tempo entre a produção e a demanda, com manutenção do fornecimento enquanto a fábrica produz.

Nesse momento, você pode estar se perguntando: como determinar a quantidade de produtos que vão para o estoque? Quando pedir o seu reabastecimento? Como controlar e planejar tudo isso?

Aí reside o papel da gestão de estoque. Se feita com qualidade, garante que a quantidade certa de mercadorias esteja disponível de forma organizada, otimizando os processos de controles internos. É um trabalho que envolve coordenar os produtos armazenados e ainda monitorar dados de compras, novos pedidos, expedição, armazenamento, recebimento, satisfação do cliente, prevenção de perdas e giro. Ou seja, toda a cadeia de suprimentos.

Assim, com uma produção adequada, a empresa consegue atender com sucesso à demanda dos clientes, precificar de forma correta os seus itens, reduzir custos, minimizar os erros e aumentar a lucratividade.

 

Fuja dos problemas!

A prática da boa gestão de estoque exige atenção a elementos fundamentais. Veja quais são eles e siga a rota dos excelentes resultados.

 

Excesso

Ter mercadorias em excesso e armazenadas de forma incorreta é uma conduta que acarreta muitos prejuízos, ainda mais se não houver um planejamento adequado em torno do que vender. Pense sempre em produtos com maior potencial de lucro e boa aceitação. Analise as suas vendas e mapeie o comportamento do consumidor para se ajustar ao seu perfil e necessidades. São indicativos sobre estar, ou não, no caminho certo que dão base a decisões assertivas.
Falta

Quando o cliente está à procura de determinado produto e não o encontra, simplesmente vai procurar em outra loja física ou e-commerce. Por isso, a falta de estoque é tão prejudicial para o seu negócio quanto o excesso. Mais uma vez, a resposta está no controle certo.

 

Sazonalidade

Alguns produtos geram mais vendas em determinadas épocas do ano ou saem menos em certos meses. Uma oscilação nas vendas que é muito comum. É o que exige que seu negócio esteja atento na adequação do seu estoque à demanda. Isso é determinante de um bom planejamento, até mesmo para não enfrentar problemas com fornecedores.

 

Ferramentas

Usar ferramentas de controle erradas e que não se encaixam nas necessidades da empresa é um erro bem comum. O problema é que sua empresa fica propensa à tomada de decisões fracas, baseadas em dados incompletos. Sem falar que a automação do processo operacional de estoque ajuda a minimizar tempo e custos.

 

Inventário

Não abra mão de fazer inventários. Eles devem ser periódicos para confirmar se a quantidade de produtos registrada no sistema coincide com o estoque. Sem eles, surgem problemas de compra indevidas, ou falta de estoque em momentos cruciais.

 

O ciclo virtuoso do controle de estoque

Ter controle do estoque vai gerar venda, garantir a satisfação do cliente e aumentar os seus lucros. Veja conceitos e boas práticas a levar em consideração para colher esses bons resultados desde já!

 

 Giro de estoque

É a média de entrada e saída de um item do estoque que figura entre os indicadores de desempenho mais relevantes na gestão do estoque. Para chegar a indicadores satisfatórios de giro de estoque, é preciso ficar atento aos seguintes aspectos:

  • Compra
  • Organização do estoque
  • Exposição dos produtos
  • Promoções
  • Atendimento
  • Entrega

 

Controle é fundamental

Para conseguir organizar a movimentação de estoque, é preciso sistematizar as entradas e saídas por meio do controle físico e financeiro do estoque. O objetivo é garantir informações assertivas sobre a quantidade disponível de cada item e seu correspondente valor financeiro.

Isso pode ser feito com planilha para controle de estoque, na qual vão constar todos os itens armazenados. Nela, ficam registrados o preço, o nome da mercadoria, a quantidade e a categoria.

Dessa forma, você vai ter acesso aos itens que constam no estoque e a quantidades de cada um de forma prática e rápida. Essa ação é perfeita para prever as faltas e as sobras, planejar, conhecer melhor os hábitos e costumes dos seus clientes, e o melhor: evitar prejuízos.

 

Custos e receitas

Até aqui, falamos sobre acompanhar de perto o que está armazenado e sendo comercializado, mas o controle de estoque vai além disso. Você precisa monitorar seus produtos levando em consideração o valor e, também, seu giro e sua margem de lucro. É dessa forma que você vai saber quais os campeões de vendas ou os que não têm tanta saída.

Existem ferramentas modernas para possibilitar isso. São sistemas de controle de estoque que permitem conhecer os produtos de maior e pior desempenho por quantidade e por margem. Além de gerenciar descontos, a partir de informações mais precisas de quanto custa produzir determinado item.

 

A experiência do cliente

Fazer controle do estoque também é se preocupar com a chegada do produto ao consumidor final, o seu cliente. Esse cuidado evita custos desnecessários e é um ótimo investimento no sucesso da gestão.

A Suntech do Brasil é referência em sistemas de monitoramento e rastreamento de veículos e cargas, que apoia um processo de controle de estoque com garantia de que a entrega aconteça e com qualidade. Os produtos acompanham, em tempo real, a frota, garantindo que você saiba tudo o que acontece durante a trajetória do veículo.

É um acompanhamento que reforça a segurança do recebimento da mercadoria pelo cliente, com excelência e cumprimento de prazo. Quer saber mais sobre como deixar a sua gestão de estoque completa? Acesse o site ou fale com a nossa equipe!