Projeto obriga postos a informar diferença de preços entre gasolina e etanol

A Câmara dos Deputados analisa proposta que obriga os postos de gasolina a informar a diferença entre os preços da gasolina e do álcool calculada em percentuais.

A medida está prevista no Projeto de Lei 4525/16, do deputado Arthur Virgílio Bisneto (PSDB-AM). De acordo com o texto, essa relação entre os dois combustíveis deve estar exposta em local visível no painel de preços. A ideia, segundo o parlamentar, é que o consumidor possa optar pelo produto mais econômico no momento de abastecer os veículos do tipo flex fuel.

“Caso o preço do álcool seja, no máximo, igual a 70 % do preço da gasolina é mais vantajoso o abastecimento do veículo com etanol”, disse Virgílio Bisneto. “Muitas vezes por falta de informação da relação entre os preços dos dois combustíveis, o consumidor acaba optando pelo combustível menos econômico”, acrescentou.

Tramitação
A proposta será analisada de forma conclusiva (rito de tramitação pelo qual o projeto é votado apenas pelas comissões designadas para analisá-lo, dispensada a deliberação do plenário) pelas comissões de Defesa do Consumidor; de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

BMW vai lançar seu primeiro carro autônomo em 2021 Matéria completa: http://canaltech.com.br/noticia/veiculos/bmw-vai-lancar-seu-primeiro-carro-autonomo-em-2021-66007/ O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC BY-NC-ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Durante um evento da empresa para acionistas, o CEO da BMW, Harald Krueger, mostrou algumas novidades do projeto do primeiro carro autônomo da fabricante alemã. O design parece ser baseado no modelo i8, mas ainda não foram revelados muitos detalhes sobre o veículo inovador. A imagem acima foi divulgada no começo do ano, e mostra um dos veículos conceito da empresa para a próxima linha Next, esse é o Vision Next 100.

O carro com direção autônoma vai ser totalmente elétrico e deve se chamar i Next, mas só vai ser lançado no mercado em cinco anos. A data de lançamento marcada para 2021 é um indicador importante de que os veículos autônomos só estarão prontos para o consumidor final no decorrer da próxima década.

“Em 2018 nós lançamos o BMW i8 Roadster. O BMW i Next será o lançamento seguinte, em 2021. Nosso novo carro inovador terá direção autônoma, conectividade digital, design inteligente e leve, interior renovado e, por fim, o objetivo de levar a próxima geração de carros elétricos para a estrada”, disse Krueger.

O lançamento da BMW tem tudo para ser um dos próximos concorrentes dos carros elétricos da Tesla Motors. A série “i”, composta pelos modelos i3 e i8, já tinha marcado a entrada da fabricante alemã no segmento de carros elétricos. Os lançamentos planejados para o futuro têm tudo para deixar o mercado cada vez mais concorrido.

 

Via: Engadget e The Verge

 

Quais são os riscos de rodar com o combustível na reserva?

Acabar o combustível no meio do caminho é uma situação que todos desejam evitar, ainda que o seguro do carro possa dar uma mãozinha com o reboque e resolver o problema. Mas o simples fato de dirigir um automóvel após o tanque entrar na reserva já pode trazer diversos problemas.

A quantidade ideal para o combustível em reserva varia de acordo com cada modelo de carro, mas a média recomendada é entre 5 e 8 litros. Em geral, carros 1.0 têm essa média em 5 litros. E isso não se trata de um tanque extra, mas sim, da quantidade ideal para o carro andar com segurança sem aviso de pouco combustível. Ou seja, quando o alerta acende, é realmente hora de pôr combustível.

Diferente do que muitas pessoas pensam, esse tanque reserva deve ser utilizado apenas em casos de emergência. Utilizá-lo de forma recorrente traz o risco de pane seca, infração de trânsito com multa de R$ 85,13, diminuição de 4 pontos na carteira e carro guinchado, dependendo do local.

Danos causados pela falta de combustível suficiente

A pane seca e multa não são os únicos problemas que andar com o tanque na reserva pode trazer. A bomba do combustível também pode sair prejudicada, pois, como ela fica dentro do tanque, o líquido que fica em seu interior serve para resfriá-la, logo, se o tanque fica vazio, a bomba pode ficar superaquecida.

Outro problema do tanque quase vazio é o fato de que a pouca quantidade de líquido “concentra” as impurezas. Esses resíduos podem ser aspirados pelo sistema de combustível e acabam prejudicando os componentes posteriores, como tapar o filtro ou mesmo obstruir a bomba, por exemplo.

Se a bomba parar de funcionar, ela precisará ser trocada. Isso pode ser feito de maneira rápida por uma empresa especializada e parceira do seguro do automóvel. Essa é a melhor opção, pois, normalmente as seguradoras somente têm convênio apenas com oficinas que respondem a padrões de qualidade pré-estabelecidos.

E, caso as impurezas passem pelo filtro, bomba e demais sistemas intermediários, ela pode ir parar nos bicos injetores e câmeras de combustão. Nesses casos, é necessário abrir o bloco do motor e realizar uma limpeza muito mais profunda e complicada, sem falar do custo, que é bem maior do que a troca de um filtro.

Para completar, situações que demandam esforço do automóvel, como ladeiras muito íngremes, freadas bruscas ou curvas acentuadas, aumentam ainda mais a chance de falhas no motor por causa da entrada de ar na linha de combustível, caso o tanque esteja em nível baixo.

Para nunca sofrer com uma falta de combustível inesperada, é recomendado imaginar que o limite de combustível é cerca de 1/4 de seu limite. Ao atingir esse nível, não deixe de abastecer e se poupar de todos esses problemas. E, para auxiliar em outros possíveis momentos que saiam do controle, o seguro do veículo é essencial. Esperamos que a partir de hoje você mantenha seu tanque sempre acima do mínimo!

 

Fonte: https://goo.gl/jY6Nnx